O Cristo do Arminianismo

Rev. Steven Houck

A Bíblia nos adverte de que nos últimos dias, nos quais já vivemos, haverá muitos falsos Cristos – aqueles que se chamando de Cristo são impostores. Jesus disse: “Vede que ninguém vos engane. Porque virão muitos em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo, e enganarão a muitos” (Mt. 24:5).

Nós que professamos ser cristãos devemos prestar atenção. Devemos ser muito cuidadosos para não sermos enganados. Fomos chamados para confiar, amar e seguir ao VERDADEIRO Cristo, e somente a Ele!

Nós conhecemos o Cristo das outras religiões. Ele é um homem bom, um profeta, a primeira criação de Deus, um grande espírito, o filho de Deus. Mas esse não é o Deus eterno e verdadeiro. Ele recebe a sua existência de outro que é maior que ele. Este não é o Cristo da Bíblia. Nós somos enganados por este Cristo. Ele é um falso Cristo.

Nós conhecemos o Cristo do Catolicismo romano. Eles professam que ele é o verdadeiro Deus. Ele sofreu e morreu para perdoar os pecadores. Ele ressuscitou, e ascendeu aos céus e virá outra vez. Mas ele não é um Salvador completo. O Cristo do Catolicismo romano não pode salvar os pecadores sem as boas obras e sem a intercessão dos sacerdotes. Este não é o Cristo da Bíblia. Somos enganados por este Cristo. Ele é um falso Cristo.

Sem mais delongas, existe outro falso Cristo que é muito mais perigoso que o Cristo de outras religiões e o Cristo do Catolicismo romano. Ele tem enganado as pessoas por muitos anos e continua a enganar a milhares! Este Cristo é tão perigoso que, se fosse possível, enganaria até os escolhidos (Mt. 24:24).

Ele é o Cristo do Arminianismo.

Este falso Cristo é extremamente perigoso porque aparenta ser o verdadeiro Cristo de muitas maneiras. Afirmam que ele é o verdadeiro Deus, igual ao Pai e ao Espírito Santo. Dizem que ele morreu na cruz para salvar aos pecadores. Que salva somente pela graça, sem as obras dos homens! Este Cristo nada tem a ver com o Cristo do Catolicismo romano.

Mas muito cuidado! Estejam alertas! Este Cristo do Arminianismo não é o Cristo da Bíblia. Não sejam enganados!

1. O Cristo do Arminianismo: Ama individualmente a todas as pessoas no mundo inteiro e sinceramente deseja sua salvação

O Cristo da Bíblia: decididamente ama e deseja somente a salvação daqueles a quem Deus escolheu incondicionalmente para salvação (Sl. 5:5; 7:11; 11:5; Mt. 11:27; Jo. 17:9-10; Hc. 2:47; 13:48; Rm. 9:10-13, 21-24; Ef. 1:3-4).

2. O Cristo do Arminianismo: oferece salvação a todos os pecadores e faz tudo o que está ao seu alcance para salva-los. Mas sua oferta e poder às vezes são frustrados, porque muitos se negam a vir a ele.

O Cristo da Bíblia: eficazmente chama os eleitos e soberanamente os salva, e nenhum deles se perderá (Is. 55:11; Jo 5:21; 6:37-40; 10:25-30; 17:2; Fl. 2:13).

3. O Cristo do Arminianismo: não pode regenerar nem salvar um pecador, sem que primeiro este se entregue a Cristo com o seu “livre arbítrio” com o qual podem decidir aceitar ou rejeitar a Cristo. Esse “livre arbítrio” não pode ser violado por Cristo.

O Cristo da Bíblia: soberanamente regenera o pecador eleito à margem do seu “livre arbítrio”. Porque sem a regeneração, o pecador morto espiritualmente, não pode escolher a Cristo. A Fé não é uma contribuição do homem para sua salvação, mas sim uma dádiva de Deus que parte em seu resgate (Jo. 3:3; 6:44, 65; 15:16; Rm. 9:16; Ef. 2:1, 8-10; Fl. 1:29; He. 12:2).

4. O Cristo do Arminianismo: morreu na cruz por todo o mundo, e assim tornou possível a salvação para cada pessoa. Sua morte, a não ser pela escolha por parte do homem, não foi suficiente para salvar realmente, porque muitos homens por quem ele já morreu estão perdidos.

O Cristo da Bíblia: morreu somente pelos eleitos de Deus, conquistando assim eficazmente a salvação para todos aqueles por quem ele morreu. Sua morte foi uma satisfação vicária, que eficazmente quitou a culpa de seu povo eleito (Lc. 19:10; Jo. 10:14-15, 26; Rm. 5:10; Ef. 5:25; He. 9:12; 1 Pe. 3:18).

5. O Cristo do Arminianismo: perde a muitos dos que “salvou” porque não continuam na Fé. Assim quando ele lhes dá “certeza de salvação” como dizem, essa segurança não está baseada em Sua Vontade e Poder, mas na escolha do homem quando aceita a Cristo.

O Cristo da Bíblia: preserva o seu povo escolhido de tal maneira que eles não podem perder sua salvação, sendo que ele mesmo a preserva até o fim. Ele nos preserva pela soberana eleição, pela vontade de DEUS, pelo poder da sua morte e pelo grandioso trabalho do seu Espírito (Jo. 5:24; 10:26-29; Rm. 8:29-30, 35-39; 1 Pe. 1:2-5; Jd. 24-25).

Como podem ver, há um Cristo do Arminianismo e um Cristo da Bíblia. Podem parecer iguais a primeira vista, mas eles são muito diferentes. Um é falso, e o outro é verdadeiro. Um é débil e sem esperança. Inclina-se ante o soberano “livre arbítrio” do homem. Mas o outro é Senhor que reina, que decide o que lhe compraz e soberanamente cumpre a sua vontade.

Se você crê e serve ao Cristo do Arminianismo, você deve reconhecer que não está servindo ao Cristo da Bíblia. Você está enganado! Estude as Escrituras e conheça ao Cristo verdadeiro. Ore por graça para arrepender-se e confiar no Cristo soberano e salvador que a Bíblia nos apresenta.

Tradução: Débora Duarte

Extraído do site: http://www.eleitosdedeus.org/expiacao-limitada/cristo-do-arminianismo-rev-steven-houck.html#ixzz148QyDZqQ
Informe autores, tradutores, editora, links de retorno e fonte. Não é autorizado o uso comercial deste conteúdo. Não edite ou modifique o conteúdo.
Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial No Derivatives

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: